ADVENTISTAS

ADVENTISTAS

Tempo Agora

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

ENVIADO AO MUNDO!

O que dá sentido a vida é a missão de cada um. Missão é igual a trabalho, ação, movimento... a inércia é contrário à vida em todos. Precisamos fazer alguma coisa e nos sentir produtivos, mesmo que seja uma pequena parcela do todo. Desta mesma forma é a vida espiritual que Cristo nos convida a participar. Temos uma missão. Um trabalho que Ele iniciou, nos ensinando a fazer para o concluir. Pregar e viver o evangelho do reino é o nosso trabalho. Diz Jesus: Ide! Da mesma forma que Cristo cumpriu o mandado do Pai, nós devemos cumprir o Seu. É a nossa vez de ir. Frequentar uma igreja e ler a Bíblia não é o suficiente. Precisamos trabalhar!!! Deus seja louvado! Amém


domingo, 30 de agosto de 2015

ESPERANÇA NA PALAVRA DE DEUS

Toda espera é cansativa e cria uma sensação de que o tempo se prolonga; cinco minutos parece trinta e um mês parece um ano inteiro. Aqueles que esperam pelo Senhor, aguardando o Seu resgate, podem até desfalecer de tanta expectativa, mas encontram na Palavra todo todo o poder e consolo para superar todas as dificuldades. É a Palavra de Deus é a solução; o entretenimento; a esperança; a descontração e a grande motivação para perseverança. Deus seja louvado por Sua palavra nos dada de graça! Amém.


sábado, 29 de agosto de 2015

CONVIVER NA PRESENÇA DO SENHOR

Não tem como haver conhecimento pessoal profundo sem o convívio diário. Um relacionamento íntimo e familiar como ocorre comumente entre pais e filhos, entre irmãos ou avós e netos. Da mesma forma devemos manter uma relação diária, convivendo na presença do Senhor. Continuamente buscar Sua presença e Ele não largará a nossa mão. Isso gera conhecimento; que gera confiança, segurança e, por fim, fé. Deus seja louvado! Amém.


sexta-feira, 28 de agosto de 2015

A ESCOLHA!

A vida é feita de escolhas, diz o provérbio popular. É uma verdade! Desde a tenra infância até o último dia de vida sempre estaremos escolhendo. Escolhemos de tudo: comidas, roupas, cursos, carreira profissional, namorados (as), crença/fé... Escolhemos porque Deus nos fez a Sua semelhança, com capacidade de decidir por si só. Com essa mesma iniciativa, nosso Senhor, também fez uma escolha. Resolveu nos escolher para sermos como Ele, santo e obediente ao Pai, como um filho perfeito. Fomos escolhidos para isso. Esse é o fim do nosso chamado/escolha. E isso, não aconteceu às pressas, como que remediasse algo, mas aconteceu antes de existirmos. Porque Deus nos amou primeiro. Deus seja louvado! Amém.


quinta-feira, 27 de agosto de 2015

DE OLHO NA DOUTRINA ORIGINAL

Muitos teólogos modernos citam o apóstolo Paulo, filosoficamente, fora do contexto bíblico global, para justificar seus pontos de vistas, interesses pessoais e desejos egocêntricos. Pelo simples fato de Paulo possuir um conhecimento cultural mais elevado e possuir um rico vocabulário. Muitos, a maioria, confunde riqueza gramatical com novas e inéditas doutrinas. Na palavra de Deus não há nada de novo. Os ensinos são eternos e permanecem para sempre. Seguindo esse mandamento, Paulo não criou nenhuma nova luz; não falou uma vírgula além do que já estava escrito no Velho Testamento. Isso indica que devemos sempre está de olho na doutrina original; aquela do princípio. Deus seja louvado por isso. Amém.


quarta-feira, 26 de agosto de 2015

FAÇAMOS BEM A TODOS

São muito poucas as oportunidades que a vida nos apresenta de fazer o bem a alguém. Oxalá, se todos os dias nos apresentasse uma oportunidade de ajudar alguém. São tão poucas que o mundo desacostumou. O amor esfriou. Não abrem mais a porta pra alguém com as mãos ocupadas, atravessar um idoso numa rua movimentada... São pequenos ensaios para aprender a "gostar da coisa". O não exercício dessas pequenas atitudes faz com que nos esqueçamos até dos nossos próprios irmãos da comunhão espiritual. Não percamos a oportunidade de ajudar, pois o tempo da vida é muito curto. É ajudando o próximo que nos esquecemos dos nossos próprios problemas, crescemos na fé e na esperança. Deus seja louvado! Amém.


terça-feira, 25 de agosto de 2015

GRATIDÃO

O principal motivo que faz alguém feliz é a gratidão. Sempre tem algo de bom para agradecer, por menor que seja. Entretanto, existe uma razão maior que tudo para agradecermos a Deus todos os dias: Por Jesus ter sido gerado, enviado e vencido. E por causa de Cristo que o desânimo nunca pode nos abater. Deus seja louvado! Amém.


segunda-feira, 24 de agosto de 2015

A PÉROLA DE GRANDE PREÇO

O sonho do minerador é encontrar o diamante perfeito, com brilho, simetria e tamanho jamais visto. Com isso, ele sonha acordado dia e noite. A pedra preciosa, pérola ou o ouro puro é o objeto de busca incessante desses garimpeiros sonhadores. Isso os motiva a faz arriscar suas vidas à aplicar grandes esforços para encontrar esse tesouro escondido. Muitos, a maioria esmagadora, nunca encontrarão nada que se aproxime do sonhado. É praticamente impossível. Deus nos prometeu algo muito superior ao almejado por esses sonhadores. O maior tesouro e impossível de ser encontrado por fortes homens ou empresas. Jesus Cristo é a pérola de grande preço. Sua verdade revelada é o tesouro escondido que será dado aos fiéis. Busquemos a Cristo como quem busca o maior tesouro. Deus seja louvado! Amém.



domingo, 23 de agosto de 2015

EU IREI ADIANTE DE TI

Você já ouviu alguém, cristão, dizer ou orar pedindo para Deus abrir as portas? Portas, nesse caso, seria a solução para uma doença, desemprego, falta de dinheiro ou qualquer problema sem que enxerguem a solução. Outros ainda afirmam que quando Deus fecha uma porta, abre uma janela. Quanto desconhecimento da Palavra e do amor de Deus! Primeiro que para Seus filhos, ELE não permite portas fechadas. Na verdade, ELE nem abre; ELE despedaça para que ninguém a possa fechar novamente. Deus também nunca fecha portas; essa função não é dEle, é do Diabo - não confundam. Para quem ora pedindo para Deus abrir portas, passe a orar pedindo a ELE que abras os seus olhos, pois é a única coisa que precisa ser aberta. Deus seja louvado! Amém.



sábado, 22 de agosto de 2015

CONHECIMENTO ESPIRITUAL

As instituições religiosas são cada vez mais "poderosas" dentro dos seus "muros" teológicos. Todas possuem seus grandes centros de estudos teológicos e grandes universidades. A cada vez mais se aprofundam num conhecimento gramatical e "matemático" da palavra. Segundo Jesus, da letra que mata. Pouco se incentiva a busca do conhecimento espiritual. Ora, a Palavra de Deus é espiritual e há conhecimento e revelações por trás das letras. Deus reprovou a antiga igreja judaica por escolher a andar nesses caminhos; nos deu um novo testamento, que é um entendimento espiritual. Acessível a todos, e principalmente, aos simples. Deus seja louvado! Amém.


sexta-feira, 21 de agosto de 2015

PAPA FRANCISCO AFIRMA: O DOMINGO É O CONDUTO DE TODA A GRAÇA DE CRISTO. - TerceiroAnjo.Com


O IMPOSSÍVEL É ONDE DEUS ATUA

Quantas coisas que desejamos e que julgamos quase impossível de conquistar ou alcançar!? Estamos acostumados a dizer que sonhamos com algo. É um sonho porque, naquele momento, está fora de nosso alcance - está distante. Naquele momento é impossível. Muitos sonhos são esquecidos devido a distância das nossas forças para realizar. Outros deixam de existir com o fim da vida. Quantos sonhos não se concretizam! Pois é, a vida é está realidade. Só existe uma possibilidade de todos os nossos ideais serem realizados: Em Deus! Entregue seus planos e projetos em Suas mãos, e basta andar na Sua lei, e Ele se encarregará do resto. Deus seja louvado! Amém.



quinta-feira, 20 de agosto de 2015

NADA FOGE DO CONTROLE DE DEUS

A certeza de que Deus está sempre no comando de tudo, e nada foge de Seu controle, é melhor do que ter a famosa "autoestima". A autoestima desaparece quando se recebe a notícia de uma grave doença; ou a morte, inesperada, de um familiar querido; ou até mesmo de um emprego tão sonhado e planejado. Mas, saber que Deus pode tudo e tem solução até para morte, é entender que com minhas próprias forças não podemos ir muito longe, mas se entregarmos nossos planos e projetos a Deus, seremos vencedores. Deus seja louvado! Amém.



quarta-feira, 19 de agosto de 2015

MATANDO TOUROS POR DIA

Todos, em algum momento da vida, ou em muitos, se sentirão sozinhos, como se tivesse rodeado de Touros bravos. É uma cena amedrontadora, se imaginar rodeados por animais tão grandes, fortes e terríveis, capaz de nos destruir num piscar de olhos. Assim se sentiu Davi, indefeso diante das ameaças que vinham de todos os lados. A maior ameaça não vem dos lados, mas dentro de si; dos medos e da falta de fé e esperança. Quando substituímos os medos pela fé, Jesus nos salva dessas armadilhas ameaçadoras. Não há toureiros, médicos, professores, amigos, patrões... como Cristo. Deus seja louvado! Amém.


terça-feira, 18 de agosto de 2015

COMEÇANDO AQUI - Arautos do Rei


LOUVAR SEU NOME SEMPRE - Grupo Integração


ESTRELA DA MANHÃ - Grupo Integração


UM MILAGRE, SENHOR - Prisma Brasil


ASAS DA ALVA - Grupo Prisma Brasil


DEUS, SOMENTE DEUS - Prisma Brasil


LIÇÃO 20: O VERDADEIRO BATISMO CRISTÃO

CURSO BÍBLICO: BÍBLIA ABERTA
LIÇÃO 20
O VERDADEIRO BATISMO CRISTÃO

Uma das cerimônias mais bonitas do cristianismo é o batismo. Seu simbolismo é muito significativo e representa, basicamente, o início de uma nova vida ao lado de Cristo. Quem deve ser batizado, quando e como? Descubra as respostas para estas perguntas neste estudo.  
1. De acordo com a Bíblia Sagrada, quantas formas de batismo há?

“Um só Senhor, uma só fé, um só batismo;” Efésios 4:5

2. Em que partes do sacrifício de Jesus, o batizado mostra a sua fé?

“Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte? De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.” Romanos 6:3-4

3. Que simboliza o batismo, e porque deve ser por imersão?

“Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências;” Romanos 6:10-12

“Sepultados com ele no batismo, nele também ressuscitastes pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos.” Colossenses 2:12

4. De acordo com o apóstolo Paulo, o que acontece ao sermos batizados em Jesus Cristo?

“Porque todos quantos fostes batizados em Cristo já vos revestistes de Cristo.” Gálatas 3:27 

5. Quando Jesus mandou ir pregar o evangelho ao mundo, quem Ele disse que seria salvo para o Reino de Deus? (Baseado neste texto, você acha correto batizar crianças, sem a maturidade da crença?)

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.” Marcos 16:15-16

Você já deve ter percebido que todos os versos bíblicos lidos até agora em relação ao Batismo, sempre envolve o nome de Cristo. Ele é a única pessoa que simboliza o próprio Batismo. Ele não precisava ser batizado, mas o fez para nos dar o exemplo (Mateus 3:16). O batismo por imersão é uma alegoria precisa da Morte, Sepultamento e Ressurreição de Cristo. Só Jesus morreu assim. Nem Deus, o Pai, nem os anjos, só Ele.

6. Por isso, em nome de quem, apenas, deve ser efetuado o verdadeiro batismo cristão?

"E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo;" Atos 2:38

“Porque sobre nenhum deles tinha ainda descido; mas somente eram batizados em nome do Senhor Jesus.” Atos 8:16

"E mandou que fossem batizados em nome do Senhor. Então rogaram-lhe que ficasse com eles por alguns dias." Atos 10:48

"Mas Paulo disse: Certamente João batizou com o batismo de arrependimento, dizendo ao povo que cresse no que após ele havia de vir, isto é, em Jesus Cristo. E os que ouviram foram batizados em nome do Senhor Jesus." Atos 19:4,5

“Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte?” Romanos 6:3

Nota: Em Mateus 28:19 cita o batismo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. A não aceitação desse verso como verídico se dá pelos diversos argumentos teológicos e históricos.
(1) É um versículo isolado. Nenhum outro local da bíblia confirma essas palavras;
(2) todos os batismos da igreja primitiva foram só no nome de Jesus. Teria os apóstolos desobedecido a suposta ordem de Jesus?;
(3) na bíblia de Jerusalém, Católica, traz uma nota no seu rodapé informando que possivelmente essa parte tenha sido acrescentada;
(4) examinando o contexto também se confirma a fragilidade do verso, pois no verso anterior (Mat. 28:18), Jesus afirma que todo o poder lhe teria sido entregue pelo Pai. Ou seja, tudo aqui na terra deveria ser em seu nome e, na mesma ocasião, do IDE, no livro de Marcos 16:15 e 16, o autor omite essa ordem, conforme consta em Mat. 28:19. 

7. Por que o batismo deve ser apenas no nome de Jesus?

“E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.” Atos 4:12

“Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,” Filipenses 2:10

“E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.” Mateus 28:18

8. Quão essencial é que a pessoa seja batizada na água?

“Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.” João 3:5

9. O batismo é para “remissão dos pecados”. Jesus não tinha pecados, então por que foi batizado? Leia Mateus 3:13-17

Assim como Deus não Se cansa mas “descansou” no sétimo dia para dar-nos exemplo, Jesus foi batizado para dar-nos exemplo também. 

10. O que devemos fazer antes de ser batizados?

"E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo;" Atos 2:38 14.

11. Que pergunta ajudou Paulo a tomar a mais importante decisão de sua vida e demonstrar que não é bom adiarmos nossas decisões nesse assunto?

“E agora por que te deténs? Levanta-te, e batiza-te, e lava os teus pecados, invocando o nome do Senhor.” Atos 22:16

Reflexão para Decisão:
Creio que existe apenas um tipo de batismo verdadeiro – o bíblico.E entendo que crer e não querer ser batizado é como amar e não querer assumir compromisso. Decido ser batizado por imersão, em NOME DE JESUS, e pertencer à família dos filhos de Deus.

LIÇÃO 19: CONTRIBUINDO COM A OBRA

CURSO BÍBLICO: BÍBLIA ABERTA
LIÇÃO 19
CONTRIBUINDO COM A OBRA

Quando criou este mundo, Deus confiou ao homem à tarefa de administrá-lo. Há um pensamento popular que expressa bem esta verdade: “Não sou dono do mundo; sou filho do Dono.” Portanto, é dever nosso aprender a usar com sabedoria o tempo, os talentos, o corpo e os tesouros que Deus nos confiou à nossa administração como mordomos fiéis. Nesta lição estudaremos sobre Ofertas e Dízimos. O que são dízimos? O que são ofertas? Você vai se surpreender com as revelações da Palavra de Deus. 

1. A quem pertencemos com tudo o que temos?

“Do SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam.” Salmos 24:1 

“Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o Senhor dos Exércitos.” Ageu 2:8 

2. Quem dá ao ser humano capacidade para adquirir bens?

“Antes te lembrarás do Senhor teu Deus, que ele é o que te dá força para adquirires riqueza; para confirmar a sua aliança, que jurou a teus pais, como se vê neste dia.” Deuteronômio 8:18

3. De onde deve ser a Origem dos Dízimos?

“Também todas as dízimas do campo, da semente do campo, do fruto das árvores, são do Senhor; santas são ao Senhor. ... No tocante a todas as dízimas do gado e do rebanho, tudo o que passar debaixo da vara, o dízimo será santo ao Senhor.” Levítico 27:30,32 

Dízimas - Décima parte. Quando o assunto é DÍZIMO o SENHOR foi específico: Ele só aceitava se fosse dos frutos da terra (semente, frutos...) e do animal (gado, rebanho...). Apesar de já existir dinheiro, prata, ouro e outros bens preciosos, Deus foi taxativo em especificar de onde tinha que proceder os dízimos. 

4. Os dízimos deveriam ser do fruto do campo. O que o doador dos dízimos estavam autorizados pelo SENHOR a fazer com os dízimos? Quem deve ser atendido com os dízimos?

“Certamente darás os dízimos de todo o fruto da tua semente, que cada ano se recolher do campo. E, perante o Senhor teu Deus, no lugar que escolher para ali fazer habitar o seu nome, comerás os dízimos do teu grão, do teu mosto e do teu azeite, e os primogênitos das tuas vacas e das tuas ovelhas; para que aprendas a temer ao Senhor teu Deus todos os dias. E quando o caminho te for tão comprido que os não possas levar, por estar longe de ti o lugar que escolher o Senhor teu Deus para ali pôr o seu nome, quando o Senhor teu Deus te tiver abençoado; Então vende-os, e ata o dinheiro na tua mão, e vai ao lugar que escolher o Senhor teu Deus; E aquele dinheiro darás por tudo o que deseja a tua alma, por vacas, e por ovelhas, e por vinho, e por bebida forte, e por tudo o que te pedir a tua alma; come-o ali perante o Senhor teu Deus, e alegra-te, tu e a tua casa; Porém não desampararás o levita que está dentro das tuas portas; pois não tem parte nem herança contigo. Ao fim de três anos tirarás todos os dízimos da tua colheita no mesmo ano, e os recolherás dentro das tuas portas; Então virá o levita, e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ão; para que o Senhor teu Deus te abençoe em toda a obra que as tuas mãos fizerem.” Deuteronômio 14:22-29

Todos os versos da Bíblia sempre deixarão claro que os dízimos devem ter origem no campo: fruto da terra ou do animal. Outras informações importantes que a doutrina do dízimo detalhada em Deut. 14:22-29 e 26:12-14, é que estando distante do templo ou local que o doador tenha elegido para adorar a Deus, podia vender esses frutos, mas não podia doar o dinheiro, deveria comprar no destino os frutos do campo e do animal e se alegrar comendo bebendo, ajudando os levitas (aqueles que vivem só para a obra de Deus), viúvas, órfãos e pessoas estranhas ao seu convívio. 

5. Qual era o destino mais apropriado para os dízimos?

“Quando acabares de separar todos os dízimos da tua colheita no ano terceiro, que é o ano dos dízimos, então os darás ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, para que comam dentro das tuas portas, e se fartem; E dirás perante o Senhor teu Deus: Tirei da minha casa as coisas consagradas e as dei também ao levita, e ao estrangeiro, e ao órfão e à viúva, conforme a todos os teus mandamentos que me tens ordenado; não transgredi os teus mandamentos, nem deles me esqueci.” Deuteronômio 26:12-13

6. Aqueles que viviam em tempo integral, dedicados a obra do SENHOR, como os levitas, deviam ser mantidos pelos doadores, já que são proibidos de ter herança e acumular riquezas?

“Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que de contínuo estão junto ao altar, participam do altar? Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho.” 1 Coríntios 9:13-14

7. Nos dias de Cristo, ele aprovou o dízimo?

“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.” Mateus 23:23

8. Que repreensão Deus faz aos administradores dos dízimos e ofertas? E que benção promete?

“Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação. Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos. E todas as nações vos chamarão bem-aventurados...” Malaquias 3:8-12

Você sabia que todo o Livro de Malaquias é uma exortação aos Levitas, povo escolhido para o sacerdócio, para ministrar os serviços do santuário? Hoje, quem ocupa essa função, e portanto estão debaixo dessa profecia, são os líderes espirituais que ministram nas igrejas (pastores, bispos, padres, apóstolos...). Os dízimos eram entregues a eles, e eles depositavam num cômodo do santuário denominado casa do tesouro. Os mesmos levitas eram responsáveis por distribuir esses cereais e animais com as viúvas e órfãos, e por fim, tirar a parte de sua própria subsistência. Mas, eles desviavam e usavam em benefício próprio, enricando e engordando. Portanto, todo o capítulo 3 de Malaquias, se dirige a liderança da igreja, que roubava esses dízimos e ofertas. Um membro comum jamais poderia roubar, pois os dízimos estavam fora de seu alcance administrativo, e pelo simples fato de ser ele um doador voluntário. Se alguém não pagasse o dízimo, não seria castigado, apenas estaria deixando de receber a benção, de fé, prometida, mas ladrão, nunca! O dízimo sempre foi uma ação voluntária.

9. No período da igreja primitiva, o apóstolo Paulo é enfático quanto a doação de ofertas para a obra de Deus, na ajuda aos demais irmãos necessitados?

“Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” 2 Coríntios 9:7

“No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que não se façam as coletas quando eu chegar.” 1 Coríntios 16:2

10. Houve alguma mudança na lei dos Dízimos?

“Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei.” Hebreus 7:12

“Porque o precedente mandamento é abrogado por causa da sua fraqueza e inutilidade.” Hebreus 7:18

Veja o Contexto de Hebreus 7:9-11, que se trata exatamente da Lei dos Dízimos e tudo o que envolvia os rituais e festas do santuário antigo. Os dízimos deixam de existir e em seu lugar, de maneira consciente e feliz, entra a prática de ofertar; não mais partindo de templos de pedras, mas o templo verdadeiro do Espírito de Deus, o corpo e mente do homem com sua voluntariedade.

Reflexão para Decisão:
O amor de DAR é um dom de Deus, Por isso, decido contribuir, alegremente, com a obra que Jesus me confiou. De tudo quanto o SENHOR me abençoar darei minha oferta de gratidão.

LIÇÃO 18: DONS ESPIRITUAIS À IGREJA

CURSO BÍBLICO: BÍBLIA ABERTA
LIÇÃO 18
DONS ESPIRITUAIS À IGREJA

Antes de subir ao Céu, Jesus concedeu dons à igreja, para que os crentes pudessem levar avante a obra de pregar o evangelho ao mundo. Saiba um pouco mais sobre esses dons e sobre a falsificação deles, nos dias atuais, estudando esta lição. 

1. A respeito de que devemos estar informados?

“Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes.” 1 Coríntios 12:1

2. O que Cristo deu aos seres humanos antes de subir ao Céu?

“Por isso diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, e deu dons aos homens.” Efésios 4:8 

3. Quais foram alguns desses dons que Jesus concedeu aos que O servem?

“E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,” Efésios 4:11

“E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro doutores, depois milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.” 1 Coríntios 12:28 

4. Com que finalidade foram esses dons concedidos à igreja? 

“Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.” Efésios 4:12-14

5. Qual o resultado final de se utilizar os dons na igreja?

“Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo,” Efésios 4:13

6. Embora os dons sejam muitos e diversos, quem mantém a unidade dos crentes?

“Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.” 1 Coríntios 12:4

7. Quem escolhe os dons para as pessoas? Devem todos ter ou buscar o mesmo dom?

“Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.” 1 Coríntios 12:11

“Porventura são todos apóstolos? são todos profetas? são todos doutores? são todos operadores de milagres? Têm todos o dom de curar? falam todos diversas línguas? interpretam todos?” 1 Coríntios 12:29-30

É interessante notar que, em I Coríntios 12, Paulo compara a igreja com um corpo, deixando claro que todas as partes (órgãos e membros) do corpo são importantes e indispensáveis, e que não devemos querer ser todos numa só parte, pois assim o corpo não sobreviveria.

8. Devem os dons do Espírito permanecer para sempre? Quando não serão mais necessários?

“O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;...Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.” 1 Coríntios 13:8,10

Hoje em dia, um dos dons mais polêmicos é, sem dúvida, o “dom de línguas”. Para identificar a verdadeira manifestação desse dom, é preciso estudar com atenção alguns textos bíblicos e seus contextos. Leia o texto a seguir e descubra por si mesmo qual é o verdadeiro dom de línguas bíblico.

Reflexão para Decisão:
Decido usar meu/meus dons em favor do povo de Deus e na pregação do evangelho, para que Cristo possa logo voltar.


COMPLEMENTO:

O DOM DE LÍNGUAS NA BÍBLIA A LÍNGUA DE ÉFESO(Atos 19)

Primeiramente é preciso saber que Éfeso era a capital da Ásia Menor. Uma cidade pagã (Atos 19:27) e portuária e, por isso, muito carente da mensagem cristã. Mas como uma igreja tão fraca, despreparada e pequena (uns doze homens, Atos 19:7) poderia pregar em uma cidade na qual se falavam tantas línguas? Além de tudo, esses poucos homens haviam apenas sido batizados no batismo de João (Atos 19:3), e nunca haviam ouvido a respeito do Espírito Santo (Atos 19:2). Era um desafio e tanto!

A primeira imediata providência seria o batismo no nome de Jesus poderem receber o poder celestial, e o receberam: “E os que ouviram foram batizados em nome do Senhor Jesus. E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e tanto falavam em línguas como profetizavam” (Atos 19:5,6).

Paulo impôs as mãos, mas os irmãos não se contorceram, nem abriram a boca numa vozeria inconsequente, emitindo ruídos incompreensíveis. Não. Eles, pelo poder do Espírito Santo, passaram a possuir o dom de línguas (verdadeiro) e o dom de profecia para edificar a Igreja. Estavam, portanto, aqueles doze homens capacitados para a implantação do Evangelho na pagã Éfeso.

Deus não os capacitou para satisfazer caprichos ou vaidades, ou porque queriam o dom a qualquer custo, mas para uma obra definida, necessária e urgente. Ninguém deve se valer deste texto para afirmar que existe a doutrina do falar línguas como um sinal do recebimento do Espírito Santo. Além do Pentecostes (comentaremos sobre isso mais à frente), que foi uma situação muito especial, e de Cornélio, em Cesaréia, só há este texto de Efésios em que ocorreu a posse imediata deste dom através do poder do Espírito Santo.

A posse do dom de línguas em Éfeso foi semelhante a de Pentecostes, pois a situação era praticamente a mesma: uma cidade com pessoas de várias nacionalidades e línguas precisando ser evangelizada. E Deus os capacitou para a missão.

*Para maiores detalhes solicite estudo completo.

LIÇÃO 17: A SAÚDE NA BÍBLIA

CURSO BÍBLICO: BÍBLIA ABERTA
LIÇÃO 17
A SAÚDE NA BÍBLIA

A Palavra de Deus nos traz importantes recomendações quanto ao estilo de vida apropriado ao cristão. Na verdade, é o estilo de vida ideal para o ser humano, através do qual se pode ter uma vida longa e saudável.

1. Quando o ser humano foi criado, que alimentos foram indicados por Deus?

“E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento.” Gênesis 1:29

2. Quando foi permitido ao homem comer carne?

“E abençoou Deus a Noé e a seus filhos, e disse-lhes: Frutificai e multiplicai-vos e enchei a terra. Tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento; tudo vos tenho dado como a erva verde. A carne, porém, com sua vida, isto é, com seu sangue, não comereis.” Gênesis 9:1,3,4

“De todos os animais limpos tomarás para ti sete e sete, o macho e sua fêmea; mas dos animais que não são limpos, dois, o macho e sua fêmea.” Gênesis 7:2

Após o Dilúvio e antes de as plantas crescerem, numa situação de emergência, Deus permitiu que Noé e sua família comessem carne (de animais “limpos”, que estavam em maior quantidade na arca, sete pares e apenas um par de animais não autorizados ao consumo). 

3. Que duas características dos animais limpos foram indicadas por Deus?

“Dentre os animais, todo o que tem unhas fendidas, e a fenda das unhas se divide em duas, e rumina, deles comereis.” Levítico 11:3

“Porque és povo santo ao Senhor teu Deus; e o Senhor te escolheu, de todos os povos que há sobre a face da terra, para lhe seres o seu próprio povo. Nenhuma coisa abominável comereis. Estes são os animais que comereis: o boi, a ovelha, e a cabra. O veado e a corça, e o búfalo, e a cabra montês, e o texugo, e a camurça, e o gamo. Todo o animal que tem unhas fendidas, divididas em duas, que rumina, entre os animais, aquilo comereis. Porém estes não comereis, dos que somente ruminam, ou que têm a unha fendida: o camelo, e a lebre, e o coelho, porque ruminam mas não têm a unha fendida; imundos vos serão. Nem o porco, porque tem unha fendida, mas não rumina; imundo vos será; não comereis da carne destes, e não tocareis nos seus cadáveres.” Deuteronômio 14:2-8

A cisticercose e a triquinose são graves problemas oriundos da utilização da carne de porco. 

4. Quais as duas características dos peixes limpos?

“Isto comereis de tudo o que há nas águas; tudo o que tem barbatanas e escamas comereis.” Deuteronômio 14:9

A Bíblia não faz diferenciação entre peixes e crustáceos, por exemplo. Portanto, camarão, lagosta e siri são também considerados imundos, portanto, inapropriados para alimentação humana.

5. A Bíblia aprova o consumo de bebidas alcoólicas?

“O vinho é escarnecedor, a bebida forte alvoroçadora; e todo aquele que neles errar nunca será sábio.” Provérbios 20:1

“Ai dos que se levantam pela manhã, e seguem a bebedice; e continuam até à noite, até que o vinho os esquente!” Isaías 5:11

“E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito;” Efésios 5:18

Está cientificamente provado que o álcool, mesmo ingerido em pequenas quantidades, interfere na atividade cerebral. O cérebro é nossa “antena” de comunicação com Deus, e não deve ser prejudicado com qualquer substância nociva.

6. Qual o fim dos que comem e bebem aquilo que Deus proibiu?

“Os que se santificam, e se purificam, nos jardins uns após outros; os que comem carne de porco, e a abominação, e o rato, juntamente serão consumidos, diz o Senhor.” Isaías 66:17

7. O que devemos ter em mente em tudo o que fazemos, inclusive no comer e no beber?

“Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.” 1 Coríntios 10:31

8. Qual o principal motivo por que devemos cuidar da saúde?

“Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.” 1 Coríntios 3:16-17

“Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?” 1 Coríntios 6:19

Devemos descartar todos os alimentos, bebidas e hábitos que prejudiquem nosso corpo. Os estimulantes como o café e o chá preto, por exemplo, também devem ser evitados por aqueles que buscam uma melhor saúde física e mental.

9. Por que devemos glorificar a Deus em nosso corpo?

“Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” 1 Coríntios 6:20

10. Como devemos apresentar nosso corpo a Deus?

“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.” Romanos 12:1

11. Qual o desejo de Deus quanto à nossa saúde?

“Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma.” 3 João 1:2

12. Resumindo: O que devemos fazer para ter saúde?

“E disse: Se ouvires atento a voz do Senhor teu Deus, e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito; porque eu sou o Senhor que te sara.” Êxodo 15:26

Reflexão para Decisão:
Creio que a intemperança acarreta enfermidades. Decido seguir as recomendações bíblicas de saúde para ser sadio e feliz, favorecendo minha comunhão com Deus.

LIÇÃO 16: O ESTADO DO HOMEM APÓS A MORTE

CURSO BÍBLICO: BÍBLIA ABERTA
LIÇÃO 16
O ESTADO DO HOMEM APÓS A MORTE

O último inimigo com o qual o homem se deparara na vida é a morte. Ninguém consegue escapar dela. Talvez por isso exista tanta preocupação em torno do assunto. Há muitas teorias sobre o que ocorre com o ser humano após a morte. Para onde vão os que morrem? Eles sabem alguma coisa a nosso respeito? É possível manter contato com os mortos? Jesus – que morreu e ressuscitou – é o único autorizado a falar sobre o assunto. Ele deixou essas respostas na Bíblia.

1. Para entender o que ocorre na morte, é preciso saber como o homem foi criado. Que dois elementos Deus usou para criar o homem, no sexto dia da Criação?

“E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.” Gênesis 2:7

É importante notar que o texto diz que “somos” uma alma vivente e não que “temos” uma alma. A palavra “alma”, no original hebraico, é “nephesh”, que significa “ser vivente”. Portanto: Pó da terra + Fôlego de vida = Alma vivente (ser vivo).

2. O que ocorreu com a alma vivente (o ser humano) quando pecou?

“Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.” Romanos 5:12

3. O que voltamos a ser depois de mortos?

“No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás.” Gênesis 3:19

“E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu.” Eclesiastes 12:7

Pó da terra – fôlego de vida = Alma deixa de existir (pó volta ao pó; fôlego volta a Deus).

4. Então a alma pode morrer?

“Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá.” Ezequiel 18:4

5. Somente quem é imortal?

“A qual a seu tempo mostrará o bem-aventurado, e único poderoso Senhor, Rei dos reis e Senhor dos senhores; Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém.” 1 Timóteo 6:15-16

6. Os mortos sabem alguma coisa do que se passa com os vivos ou podem se comunicar?

"Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento. Também o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já pereceram, e já não têm parte alguma para sempre, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.” Eclesiastes 9:5-6

“Sai-lhe o espírito, volta para a terra; naquele mesmo dia perecem os seus pensamentos.” Salmos 146:4

7. Ao que Jesus comparou a morte?

"Assim falou; e depois disse-lhes: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo do sono. Disseram, pois, os seus discípulos: Senhor, se dorme, estará salvo. Mas Jesus dizia isto da sua morte; eles, porém, cuidavam que falava do repouso do sono. Então Jesus disse-lhes claramente: Lázaro está morto;” João 11:11-14

8. Onde e como começou a mentira de que o homem não morre?

“E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” Gênesis 2:16-17

“Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.” Gênesis 3:4

9. Quando os mortos ressuscitarão?

“Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.” 1 Tessalonicenses 4:16

10. Em quem podemos ter a vida eterna?

“Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida.” 1 João 5:12 

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16

11. Qual deve ser nossa atitude diante da morte?

“Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.” 1 Tessalonicenses 4:13-14

12. O que Deus prometeu dar àqueles que são amigos Seus?

“A vida eterna aos que, com perseverança em fazer bem, procuram glória, honra e incorrupção;” Romanos 2:7

13. Como serão as condições da vida eterna?

“E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.” Apocalipse 21:4

Reflexão para Decisão:
Creio no que ensina a Bíblia: que sou mortal e que só terei a imortalidade pela fé em Jesus. Espero viver eternamente, pois creio em Jesus e O tenho como meu Salvador e Amigo.

LIÇÃO 15: LEIS EM CONTRASTE

CURSO BÍBLICO: BÍBLIA ABERTA
LIÇÃO 15
LEIS EM CONTRASTE

Na lição passada, vimos que Jesus veio para cumprir a Lei de Deus, a fim de dar-nos exemplo (ver Mateus 5:17-19). O apóstolo Paulo afirma que os mandamentos de Deus são puros, santos e bons (Romanos 7:12). Por que, então, há passagens que parecem depreciar a Lei? Um estudo cuidadoso revelará que a Bíblia faz menção a mais de uma lei, deixando clara a superioridade da Lei de Deus, os Dez Mandamentos.

1. Que título de distinção é dado à Lei de Deus?

“Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real: Amarás a teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis. Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redarguidos pela lei como transgressores.” Tiago 2:8-9

2. Por que meio vem o conhecimento do pecado e através de que seremos julgados?

“Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás.” Romanos 7:7

“Assim falai, e assim procedei, como devendo ser julgados pela lei da liberdade.” Tiago 2:12 

A lei que diz “Não cobiçarás” é a dos Dez Mandamentos. E a “lei da liberdade” é, também, a dos Dez Mandamentos, pois nos versículos anteriores a Tiago 2:12 são mencionados os mandamentos “Não matarás” e “Não adulterarás”.

3. Que sistema foi estabelecido em virtude da transgressão da Lei de Deus por parte do homem?

“E me farão um santuário, e habitarei no meio deles.” Êxodo 25:8

“E, com o carneiro da expiação da culpa, o sacerdote fará propiciação por ele perante o Senhor, pelo pecado que cometeu; e este lhe será perdoado.” Levítico 19:22

O sistema sacrifical, com seus ritos e cerimônias (como os sacrifícios de animais, no Santuário), que apontavam para Cristo.

4. Por Quem foi proclamada a lei dos Dez Mandamentos?

“Então o SENHOR vos falou do meio do fogo; a voz das palavras ouvistes; porém, além da voz, não vistes figura alguma. Então vos anunciou ele a sua aliança que vos ordenou cumprir, os dez mandamentos, e os escreveu em duas tábuas de pedra.” Deuteronômio 4:12-13

5. Como a lei cerimonial foi transmitida a Israel?

“E chamou o SENHOR a Moisés, e falou com ele da tenda da congregação, dizendo: Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando algum de vós oferecer oferta ao Senhor, oferecerá a sua oferta de gado, isto é, de gado vacum e de ovelha.” Levítico 1:1-2

6. A lei cerimonial era completa em si mesma?

“Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,” Efésios 2:15 

7. Em que escreveu, Deus, os Dez Mandamentos?

“Então vos anunciou ele a sua aliança que vos ordenou cumprir, os dez mandamentos, e os escreveu em duas tábuas de pedra.” Deuteronômio 4:13

8. Onde foram escritas às leis cerimoniais (que continham orientações sobre sacrifícios e holocaustos)?

“E puseram de parte os holocaustos para os darem aos filhos do povo, segundo as divisões das casas paternas, para o oferecerem ao Senhor, como está escrito no livro de Moisés; e assim fizeram com os bois.” 2 Crônicas 35:12

9. Onde foram colocadas as tábuas dos Dez Mandamentos?

“Tomou o testemunho, e pô-lo na arca, e colocou os varais na arca; e pôs o propiciatório em cima da arca.” Êxodo 40:20

10. Onde Moisés ordenou que pusessem a lei cerimonial que ele escrevera?

“Deu ordem aos levitas, que levavam a arca da aliança do Senhor, dizendo: Tomai este livro da lei, e ponde-o ao lado da arca da aliança do Senhor vosso Deus, para que ali esteja por testemunha contra ti.” Deuteronômio 31:25-26

11. Qual a natureza dos Dez Mandamentos, ou lei moral?

“A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos símplices.” Salmos 19:7

“Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado.” Romanos 7:14

12. Poderiam as ofertas ordenadas pela lei cerimonial satisfazer ou tornar perfeita a consciência do crente?

“Que é uma alegoria para o tempo presente, em que se oferecem dons e sacrifícios que, quanto à consciência, não podem aperfeiçoar aquele que faz o serviço;” Hebreus 9:9

13. Até que tempo deveriam ser realizados os serviços cerimoniais no santuário terrestre? 

“Consistindo somente em comidas, e bebidas, e várias abluções e justificações da carne, impostas até ao tempo da correção.” Hebreus 9:10

14. Quando foi esse “tempo de reforma” ou “nova ordem”?

“Mas, vindo Cristo, o sumo sacerdote dos bens futuros, por um maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, isto é, não desta criação, Nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção. Porque, se o sangue dos touros e bodes, e a cinza de uma novilha esparzida sobre os imundos, os santifica, quanto à purificação da carne, Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?” Heb. 9:11-14

15. O que a morte de Cristo fez com a lei cerimonial?

“Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.” Colossenses 2:14

"Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,” Efésios 2:15 

16. Por que a lei cerimonial foi ab-rogada (anulada) e o que marcou esse acontecimento?

“Porque o precedente mandamento é abrogado por causa da sua fraqueza e inutilidade e desta sorte é introduzida uma melhor esperança, pela qual chegamos a Deus.” Hebreus 7:18-19

“E Jesus, clamando outra vez com grande voz, rendeu o espírito. E eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras;” Mateus 27:50-51

17. Com que palavras o profeta Daniel profetizara isto?

“E ele firmará aliança com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador.” Daniel 9:27

18. Por quanto tempo perdurará a lei moral (Dez Mandamentos)? 

“As obras das suas mãos são verdade e juízo, seguros todos os seus mandamentos. Permanecem firmes para todo o sempre; e são feitos em verdade e retidão.” Salmos 111:7-8

Reflexão para Decisão:
Reafirmo minha posição de que os Dez Mandamentos estão em vigor e são uma bênção na vida daqueles que, pelo poder de Cristo, colocam-nos em prática. Decido obedecê-los.


Contraste entre as duas leis (Moral e Cerimonial):

Lei moral
É chamada “lei régia” (do Rei) – Tiago 2:8
Foi proferida por Deus – Deuteronômio 4:12 e 13
Foi escrita por Deus em tábuas de pedra – Êxodo 31:18
Foi escrita “pelo Dedo de Deus” – Êxodo 31:18
Foi posta dentro da arca – Êxodo 40:20; I Reis 8:9; Hebreus 9:4
É perfeita – Salmo 19:7
Deverá “permanecer firme para todo o sempre” – Salmo 111:7 e 8
Não foi abolida por Cristo – Mateus 5:17
Devia ser engrandecida por Cristo – Isaías 42:21
Comunica conhecimento do pecado – Romanos 3:20; 7:7

Lei Cerimonial
É chamada “a lei dos mandamentos na forma de ordenanças” – Efésios 2:15
Foi ditada por Moisés – Levítico 1:1-3
Era em “forma de ordenanças” – Colossenses 2:14
Foi escrita por Moisés num livro – II Crônicas 35:12
Foi posta ao lado da arca – Deuteronômio 31:24-26
“Nunca aperfeiçoou coisa alguma” – Hebreus 7:19
Foi cravada na cruz – Colossenses 2:14
Foi abolida por Cristo – Efésios 2:15
Foi anulada por Cristo – Colossenses 2:14
Foi instituída em consequência do pecado – Levítico 3-7

LIÇÃO 14: O SANTO SÁBADO DE DESCANSO

CURSO BÍBLICO: BÍBLIA ABERTA
LIÇÃO 14
O SANTO SÁBADO DE DESCANSO

As recomendações de Deus sempre visam ao nosso bem-estar e segurança. Ao colocar em Sua santa Lei um mandamento específico sobre a santificação de um dia da semana, Ele, na verdade, estava nos prevenindo a respeito da correria em busca de posses e do desgaste físico e mental que dela advém. Hoje, poderíamos dizer que, ao obedecer ao quarto mandamento, estamos, na verdade, melhorando nossa qualidade de vida e evitando o estresse, além do crescimento espiritual e santificação.

1. Que três coisas fez Deus quando acabou de criar o mundo?

“Assim os céus, a terra e todo o seu exército foram acabados. E havendo Deus acabado no dia sétimo a obra que fizera, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito. E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera.” Gênesis 2:1-3

2. Você acha que Deus descansou porque estava cansado?

“Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos fins da terra, nem se cansa nem se fatiga? É inescrutável o seu entendimento.” Isaías 40:28

Jesus não precisava ser batizado porque não tinha pecados, mas fez isso para dar-nos o exemplo. Da mesma forma, Deus, sem se cansar, deu exemplo “descansando” no sétimo dia. 

3. Por que Deus separou o sábado como dia especial?

“E disse-lhes: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado.” Marcos 2:27

4. Deus santificou o Sábado. Como deveria o ser humano agir diante de algo santo?

“E disse: Não te chegues para cá; tira os sapatos de teus pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa.” Êxodo 3:5

5. Que dia da semana é o sábado?

“Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Senhor o dia do sábado, e o santificou.” Êxodo 20:8-11

“Seis dias trabalho se fará, mas o sétimo dia será o sábado do descanso, santa convocação; nenhum trabalho fareis; sábado do Senhor é em todas as vossas habitações.” Levítico 23:3

“E, no fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.” Mateus 28:1

6. Além de ser o quarto mandamento, o que mais é o sábado?

“E também lhes dei os meus sábados, para que servissem de sinal entre mim e eles; para que soubessem que eu sou o Senhor que os santifica.”

“E santificai os meus sábados, e servirão de sinal entre mim e vós, para que saibais que eu sou o Senhor vosso Deus.” Ezequiel 20:12 e 20

7. Será que o sábado foi estabelecido apenas para o povo judeu?

“E aos filhos dos estrangeiros, que se unirem ao Senhor, para o servirem, e para amarem o nome do Senhor, e para serem seus servos, todos os que guardarem o sábado, não o profanando, e os que abraçarem a minha aliança, Também os levarei ao meu santo monte, e os alegrarei na minha casa de oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar; porque a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos.” Isaías 56:6-7

“De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem.” Eclesiastes 12:13

Segundo o livro de Gênesis, o sábado foi estabelecido na Criação, quando só havia Adão e Eva. Não havia judeus e nem outro povo qualquer.

8. Que dia Jesus guardava?

“E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga, e levantou-se para ler.” Lucas 4:16

9. Que dia o apóstolo Paulo guardava?

“E no dia de sábado saímos fora das portas, para a beira do rio, onde se costumava fazer oração; e, assentando-nos, falamos às mulheres que ali se ajuntaram.” Atos 16:13

“E Paulo, como tinha por costume, foi ter com eles; e por três sábados disputou com eles sobre as Escrituras,” Atos 17:2

10. Que dia Maria, mãe de Jesus, e as mulheres seguidoras de Cristo guardavam?

“E, voltando elas, prepararam especiarias e unguentos; e no sábado repousaram, conforme o mandamento.” Lucas 23:56

11. Quando começa o sábado, segundo a Bíblia?

“Sábado de descanso vos será; então afligireis as vossas almas; aos nove do mês à tarde, de uma tarde a outra tarde, celebrareis o vosso sábado.” Levítico 23:32 

(Ver também Nm. 13:19, Gn. 1:19, Mr. 1:32)

12. Como Deus deseja que guardemos o sábado?

“Se desviares o teu pé de profanar o sábado, não fazendo a tua vontade no meu santo dia, e chamares ao sábado deleitoso, e o santo dia do Senhor, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras,” Isaías 58:13

“Pois, quanto mais vale um homem do que uma ovelha? É, por consequência, lícito fazer bem nos sábados.” Mateus 12:12

13. Após a morte de Jesus, seria o sábado observado pelos Seus seguidores?

“E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado;” Mateus 24:20

Jerusalém foi destruída no ano 70 depois de Cristo. Portanto, mais de 30 anos depois da previsão de Jesus, Ele vê Seus fiéis seguidores ainda guardando o sábado.

14. Adianta guardar nove mandamentos?

“Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos.” Tiago 2:10

“Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.” 1 João 2:4

15. Que dia será santificado na Nova Terra?

“Porque, como os novos céus, e a nova terra, que hei de fazer, estarão diante da minha face, diz o Senhor, assim também há de estar a vossa posteridade e o vosso nome. E será que desde uma lua nova até à outra, e desde um sábado até ao outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o Senhor.” Isaías 66:22-23

Reflexão para Decisão:
Resolvo guardar o sábado como um sinal do reconhecimento de que Deus é meu Criador e Salvador. Decido reservar as horas do sábado somente para a adoração e para obras em favor de meu próximo.

Como tornar o sábado deleitoso:
• Programe-se para receber o sábado, desde o início da semana.
• Espere o sábado como o dia especial de comunhão com Jesus.
• Ao pôr-do-sol de sexta-feira, reúna sua família, cantem, orem e recebam o sábado juntos.
• No sábado pela manhã, vá à igreja como fazia Jesus.
• Prepare (se possível na sexta-feira) uma refeição diferente e deliciosa para o almoço de sábado.
• À tarde, se tiver filhos pequenos, programe um passeio por um parque ou outro local em que possam conversar sobre o poder e o amor de Deus manifestados na natureza.
• Ao pôr-do-sol de sábado reúna novamente a família para orar e se despedir do sábado, pedindo as bênçãos de Deus para a semana que se inicia.

Nota:
A palavra “Domingo” não se encontra na Bíblia. No entanto, há oito referências ao primeiro dia da semana no Novo Testamento (Mateus 28:1; Marcos 16:1 e 2; Lucas 24:1; João 20:1; Marcos 16:9; João 20:19; Atos 20:7; I Coríntios 16:2). Basta lê-las para perceber que em nenhuma delas há qualquer indicação de ser o domingo um dia diferente dos demais ou santificado. O cardeal Gibbons, arcebispo de Baltimore e Primaz da Igreja Católica nos EUA, disse: “Podereis ler a Bíblia de Gênesis ao Apocalipse, e não encontrareis uma única linha que autorize a santificação do domingo. As Escrituras ordenam a observância religiosa do sábado, dia que nós nunca santificamos” (Faith of Our Fathers, pág. 89). O primeiro dia da semana era dedicado ao culto do Sol, pelos antigos babilônios. Em 274 d.C., o imperador Aureliano adotou o culto do Sol como a religião oficial do Império Romano. Ao culto do Sol foi dedicado o primeiro dia da semana (em inglês, domingo ainda significa “Dia do Sol” – Sunday; e em alemão, também – Sonntag). Com o tempo, esse dia santo dos pagãos foi sendo adotado pela cristandade, até que no dia 7 de março de 321, o imperador Constantino assinou um decreto que oficializava o domingo como dia de guarda, o que foi aprovado pela Igreja Católica no ano 364. Porém, sempre houve fiéis que não aceitaram as tradições humanas, permanecendo leais às Escrituras e sendo perseguidos por isso.